About

Blogger news

Estou Lendo!

Visitantes!

Receba novidades no e-mail!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Snag a button


Parceiros

">Selo By Bruna Kitty

Meu Cantinho de leitura

Followers

About me

Minha foto
Professora de Matemática do Estado do RJ e do Município do Rio de Janeiro; tutora presencial do CEDERJ; pós-graduanda em Planejamento, Gestão e Implementação da EaD pela UFF.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Sutilmente

Que música linda! Adorei-ei-ei.
Estou ouvindo pela milésima vez. Não esperava uma música bonita assim cantada pelo Skank! Tá, a letra é do Samuel Rosa e do Nando Reis, o Nando tem algumas músicas legais e tal. O Samuel também. Algumas.
Sutilmente
Composição: Samuel Rosa / Nando Reis
"E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti"
--
Preciso contar o caso "sobrenatural" que aconteceu aqui em casa!
Mas será em outro post.
A música é tão linda que não seria justo dividir o post com outra coisa.
--
Simplesmente me abrace!

Um comentário:

Dê o seu Palpite ;-)

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Sutilmente

Que música linda! Adorei-ei-ei.
Estou ouvindo pela milésima vez. Não esperava uma música bonita assim cantada pelo Skank! Tá, a letra é do Samuel Rosa e do Nando Reis, o Nando tem algumas músicas legais e tal. O Samuel também. Algumas.
Sutilmente
Composição: Samuel Rosa / Nando Reis
"E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti"
--
Preciso contar o caso "sobrenatural" que aconteceu aqui em casa!
Mas será em outro post.
A música é tão linda que não seria justo dividir o post com outra coisa.
--
Simplesmente me abrace!

Um comentário:

Dê o seu Palpite ;-)