About

Blogger news

Estou Lendo!

Visitantes!

Receba novidades no e-mail!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Snag a button


Parceiros

">Selo By Bruna Kitty

Meu Cantinho de leitura

Followers

About me

Minha foto
Professora de Matemática do Estado do RJ e do Município do Rio de Janeiro; tutora presencial do CEDERJ; pós-graduanda em Planejamento, Gestão e Implementação da EaD pela UFF.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Diga SIM

Há algum tempo foi lançado o filme “Sim, senhor” com Jim Carrey, só que eu não tive a curiosidade de alugar e tal. Mas o filme chegou em minhas mãos meio que por acaso e eu acabei assistindo em uma daquelas tardes em que qualquer DVD é melhor que os programas no estilo Sônia Abrão da TV.


O filme é muito bacana e a ideia central é a de um programa em que o personagem principal entra onde ele deve dizer SIM para tudo. Claro que acontecem coisas bizarras, mas em geral essas coisas levam a coisas boas para a vida dele. Ele se empolga diante das possibilidades que o SIM oferece e passa a ignorar suas próprias vontades. Aí começam os problemas...




A grande jogada do diga SIM é que passamos a arriscar mais, e claro que temos mais chances de ter uma vida mais emocionante com isso do que ficando parados esperando cair do céu. É o famoso “Quem não arrisca, não petisca”.


Já parou pra pensar em quantas boas oportunidades deixamos passar por medo, por pressa ou simplesmente pelo costume de sempre dizer NÃO? Quantas vezes nos deparamos com anúncios de bons empregos e nem nos mexemos para tentar conseguir aquela vaga? Quantas pessoas deixamos de conhecer por não aceitar convites dos nossos amigos? Quantos pessoas bacanas deixamos de conhecer melhor por ficar sempre esperando a bendita pessoa certa? Quantos micos deixamos de pagar por não topar aquela idéia louca de um amigo ainda mais doido? Momentos únicos que foram perdidos, boas oportunidades que não voltarão mais.


Não estou dizendo aqui que ‘topo qualquer parada’, aliás, esse é o grande X da questão: saber usar o SIM. Saber quando vai valer a pena encarar aquele emprego, aquela festa, aquele possível novo amor... É não deixar que o medo seja um freio na nossa vida. É se permitir viver.


E por que estou falando disso? Eu acho que, entre outros motivos, 2010 está com esse ar de ‘bom ano’ porque estou arriscando mais, vivendo mais, me preocupando menos com problemas pequenos (parafraseando a música Epitáfio). E estou beeeeem mais feliz assim. Sempre reclamei demais da monotonia da minha vida, porém vejo que o problema estava exclusivamente em mim, eu sempre tive medo de arriscar, o que me impedia de viver bons momentos.


Outra coisa que estive pensando foi naquela resposta que muitos damos: “Nem pensar”. Como assim? Temos sim que pensar, quando pensamos e colocamos na balança é que podemos decidir se algo vai ser bom ou ruim, se vai valer a pena, se vamos dizer sim ou não. Por isso vou levantar uma campanha contra o NEM PENSAR!

Por hoje é isso ;)

BeijinhO*

6 comentários:

  1. O "nem pensar" também me acompanhou por muito tempo. Meu 2010 ainda tá com cara de 2009 e espero, como disse uma amiga, que o ano começa mesmo, em março. Por enquanto continuo com as mesmas imagens. Mas ao passar de cada dia penso mais nas possibilidades. E como você, tenho medo de arriscar.

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente, PARABÉNS VIVI!!!!!
    feliz niver ^^.Cara eu adoro esse filme, vi no cinema, ri horrores, =Jim Carrie é sinistro *_* = a mensagem que o filme passa é surreal^^quando vi, identifiquei-me demais, eu sempre falava naum, e ainda falo rsrsrsr, mas com o tempo to evoluindo,.. ou naum XD
    adorei o post \o/.
    bjaum

    ResponderExcluir
  3. Não vi esse filme, mas tenho também a filosfia de que, quando dizemos "sim" para tudo, outras pessoas se aproveitam. Tão importante quanto o sim é o não, sabê-los usar com sabedoria é o maior segredo da vida. E eu tenho aqui. Tô vendendo. 10 real. Hihihihi!

    Bjuuusss

    2010 vai ser um ano muito positivo, um ponto fora da curva!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu adorei o PigSeu. Fazer aniversário faz efeito.. rs

    ResponderExcluir
  5. Esse nem pensar me acompanha faz tempo!
    Acho que minha vida é muito pacata tbm, mas eu acho que a única causa disso é o meu medo de arriscar!
    Obrigada por ter escrito isso, Não sabe o bem que me fez lê-lo!
    Siga sempre pensando assim, que eu acho que as nossas vidas darão saltos mais promissores!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Vai rolar uma resenha do filme "Avatar"? hihihi

    ResponderExcluir

Dê o seu Palpite ;-)

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Diga SIM

Há algum tempo foi lançado o filme “Sim, senhor” com Jim Carrey, só que eu não tive a curiosidade de alugar e tal. Mas o filme chegou em minhas mãos meio que por acaso e eu acabei assistindo em uma daquelas tardes em que qualquer DVD é melhor que os programas no estilo Sônia Abrão da TV.


O filme é muito bacana e a ideia central é a de um programa em que o personagem principal entra onde ele deve dizer SIM para tudo. Claro que acontecem coisas bizarras, mas em geral essas coisas levam a coisas boas para a vida dele. Ele se empolga diante das possibilidades que o SIM oferece e passa a ignorar suas próprias vontades. Aí começam os problemas...




A grande jogada do diga SIM é que passamos a arriscar mais, e claro que temos mais chances de ter uma vida mais emocionante com isso do que ficando parados esperando cair do céu. É o famoso “Quem não arrisca, não petisca”.


Já parou pra pensar em quantas boas oportunidades deixamos passar por medo, por pressa ou simplesmente pelo costume de sempre dizer NÃO? Quantas vezes nos deparamos com anúncios de bons empregos e nem nos mexemos para tentar conseguir aquela vaga? Quantas pessoas deixamos de conhecer por não aceitar convites dos nossos amigos? Quantos pessoas bacanas deixamos de conhecer melhor por ficar sempre esperando a bendita pessoa certa? Quantos micos deixamos de pagar por não topar aquela idéia louca de um amigo ainda mais doido? Momentos únicos que foram perdidos, boas oportunidades que não voltarão mais.


Não estou dizendo aqui que ‘topo qualquer parada’, aliás, esse é o grande X da questão: saber usar o SIM. Saber quando vai valer a pena encarar aquele emprego, aquela festa, aquele possível novo amor... É não deixar que o medo seja um freio na nossa vida. É se permitir viver.


E por que estou falando disso? Eu acho que, entre outros motivos, 2010 está com esse ar de ‘bom ano’ porque estou arriscando mais, vivendo mais, me preocupando menos com problemas pequenos (parafraseando a música Epitáfio). E estou beeeeem mais feliz assim. Sempre reclamei demais da monotonia da minha vida, porém vejo que o problema estava exclusivamente em mim, eu sempre tive medo de arriscar, o que me impedia de viver bons momentos.


Outra coisa que estive pensando foi naquela resposta que muitos damos: “Nem pensar”. Como assim? Temos sim que pensar, quando pensamos e colocamos na balança é que podemos decidir se algo vai ser bom ou ruim, se vai valer a pena, se vamos dizer sim ou não. Por isso vou levantar uma campanha contra o NEM PENSAR!

Por hoje é isso ;)

BeijinhO*

6 comentários:

  1. O "nem pensar" também me acompanhou por muito tempo. Meu 2010 ainda tá com cara de 2009 e espero, como disse uma amiga, que o ano começa mesmo, em março. Por enquanto continuo com as mesmas imagens. Mas ao passar de cada dia penso mais nas possibilidades. E como você, tenho medo de arriscar.

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente, PARABÉNS VIVI!!!!!
    feliz niver ^^.Cara eu adoro esse filme, vi no cinema, ri horrores, =Jim Carrie é sinistro *_* = a mensagem que o filme passa é surreal^^quando vi, identifiquei-me demais, eu sempre falava naum, e ainda falo rsrsrsr, mas com o tempo to evoluindo,.. ou naum XD
    adorei o post \o/.
    bjaum

    ResponderExcluir
  3. Não vi esse filme, mas tenho também a filosfia de que, quando dizemos "sim" para tudo, outras pessoas se aproveitam. Tão importante quanto o sim é o não, sabê-los usar com sabedoria é o maior segredo da vida. E eu tenho aqui. Tô vendendo. 10 real. Hihihihi!

    Bjuuusss

    2010 vai ser um ano muito positivo, um ponto fora da curva!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu adorei o PigSeu. Fazer aniversário faz efeito.. rs

    ResponderExcluir
  5. Esse nem pensar me acompanha faz tempo!
    Acho que minha vida é muito pacata tbm, mas eu acho que a única causa disso é o meu medo de arriscar!
    Obrigada por ter escrito isso, Não sabe o bem que me fez lê-lo!
    Siga sempre pensando assim, que eu acho que as nossas vidas darão saltos mais promissores!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Vai rolar uma resenha do filme "Avatar"? hihihi

    ResponderExcluir

Dê o seu Palpite ;-)