About

Blogger news

Estou Lendo!

Visitantes!

Receba novidades no e-mail!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Snag a button


Parceiros

">Selo By Bruna Kitty

Meu Cantinho de leitura

Followers

About me

Minha foto
Professora de Matemática do Estado do RJ e do Município do Rio de Janeiro; tutora presencial do CEDERJ; pós-graduanda em Planejamento, Gestão e Implementação da EaD pela UFF.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

É apenas o começo!

Hoje começou a cair a ficha de que estou formada!
Acabou, não posso mais preencher cadastros como "estudante". Nova categoria: "desempregada" (por pouco tempo, rs).

Que o tempo passa rápido demais todos sabemos, mas mesmo sabendo disso parece que sempre deixamos de aproveitar algo mais.

Foram 4 anos e 6 meses! E eu me lembro perfeitamente do meu primeiro dia de aula.
Cômico.
Viviane com seus 17 anos entrando em uma Universidade pública, longe de casa, sem conhecer praticamente ninguém. Muitos falaram que eu ia desistir logo, que seria muito difícil, que eu não iria aguentar acordar tão cedo (4h30min da madruga) todos os dias, e etc... Mas muitos também estiveram ao meu lado o tempo todo, apoiando, ajudando financeiramente e etc.
Voltando ao primeiro dia de aula (rs)... Lembro da minha roupa!! Que por sinal foi escolhida a dedo para o tão esperado dia (que tolinha!): Blusa verde (lóóógico) tipo regata com outra branca por baixo (daquelas 2 em 1), calça jeans e All Star vermelho (grande companheiro)! Tudo isso pra que??? Ah, pra voltar pra casa suja de tinta do trote! :-P
Eu, toda bicho do mato, no primeiro dia de aula não sabia nem onde era a sala! A UERJ pra quem não conhece é assustadora, são tantas rampas e escadas que qualquer um fica perdido, até hoje eu me perco lá dentro, rs rs. Enfim... fiquei que nem uma pata rodando pelo 6º andar sem saber onde era a sala e com vergonha de perguntar.
Nunca gostei muito de falar com as pessoas... (autismo crônico)
Fiquei lá perambulando pelo corredor até que uma alma boa me indicou o caminho das pedras!! E por conta desses imprevistos, cheguei atrasada em minha primeira aula!
O que dizer da primeira aula? INESQUECÍVEL. Por "n" motivos: aula de Cálculo I (o terror dos calouros), cheguei atrasada (depois fiquei sabendo que o professor odiava), só vi um rosto familiar na turma (Ariane \o/), não entendi NADA do que o professor falou, a voz dele era incompreensível, o professor era nada mais nada menos que o PINHA e parecia o "pegue o pombo".
Antes mesmo de acabar a aula os veteranos já estavam gritando "trote" pelo corredor e mal o professor saiu eles invadiram a sala. O trote não foi ruim, divertido até, ajudou a socializar um pouco... Nada além do clássico: tinta, elefantinho pelos DOZE andares da UERJ, cantar, pedir dinheiro e etc.
E na volta pra casa tive a companhia de minha querida amiga Ariane que era o único ser conhecido naquele antro, estudou comigo no Ensino Médio. Me agarrei na bichinha e não soltei mais, até hoje estamos sempre juntas :-)
E assim acabou o primeiro dia...
Sem o glamour que eu tinha sonhado, um pouco assustador, mas mesmo assim saí de lá com a esperança de fazer os próximos anos espetaculares. Afinal, eu conquistei o objetivo, passei no vestibular... Só não sabia que o vestibular era a etapa mais fácil, rs rs.
Tá! Eu tô nostálgica. E assim ficarei até a minha colação de grau que será dia 15/09 (todos mais que convidados!!).
Hoje eu peguei os convites! Estou horrível nas fotos, mas o convite tá lindo!!!
Nos próximos dias pretendo escrever um pouco sobre a minha experiência na graduação e dividir com vocês alguns dos momentos mais felizes da minha vida!

=**

4 comentários:

  1. No meu caso, o "trauma" da engenharia foi tão grande que não sinfo falta alguma das aulas ou mesmo da facul, embora eu veja sempre os grandes amigos que fiz lá. Uma passagem interessante foi um amigo meu paraguaio, que na 1ª aula de física saiu de sala, pq não entendia nada que o professor falava. Logo depois outro aluno saiu, e ele, se esforçando para falar português, disse "não estou entendendo nada...", e o outro respondeu "yo también no..." hauhauhauhauaa. Os dois eram paraguaios!! (originais, claro....).

    bjãoo

    ResponderExcluir
  2. Minha ficha demorou um tempinho pra cair também...
    Mas ela, por fim, cai. E é bem mais legal ser formado. Embora festas de faculdade sempre sejam algo interessante.

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei emocionada....
    Hui..bua...Vivi, muitaaa , muitaa felicidade e sucesso! MENINA DE OURO VOCÊ É!
    mereceu tudo isso!
    Mas isso aí me deixou flutuante!!

    ResponderExcluir

Dê o seu Palpite ;-)

terça-feira, 25 de agosto de 2009

É apenas o começo!

Hoje começou a cair a ficha de que estou formada!
Acabou, não posso mais preencher cadastros como "estudante". Nova categoria: "desempregada" (por pouco tempo, rs).

Que o tempo passa rápido demais todos sabemos, mas mesmo sabendo disso parece que sempre deixamos de aproveitar algo mais.

Foram 4 anos e 6 meses! E eu me lembro perfeitamente do meu primeiro dia de aula.
Cômico.
Viviane com seus 17 anos entrando em uma Universidade pública, longe de casa, sem conhecer praticamente ninguém. Muitos falaram que eu ia desistir logo, que seria muito difícil, que eu não iria aguentar acordar tão cedo (4h30min da madruga) todos os dias, e etc... Mas muitos também estiveram ao meu lado o tempo todo, apoiando, ajudando financeiramente e etc.
Voltando ao primeiro dia de aula (rs)... Lembro da minha roupa!! Que por sinal foi escolhida a dedo para o tão esperado dia (que tolinha!): Blusa verde (lóóógico) tipo regata com outra branca por baixo (daquelas 2 em 1), calça jeans e All Star vermelho (grande companheiro)! Tudo isso pra que??? Ah, pra voltar pra casa suja de tinta do trote! :-P
Eu, toda bicho do mato, no primeiro dia de aula não sabia nem onde era a sala! A UERJ pra quem não conhece é assustadora, são tantas rampas e escadas que qualquer um fica perdido, até hoje eu me perco lá dentro, rs rs. Enfim... fiquei que nem uma pata rodando pelo 6º andar sem saber onde era a sala e com vergonha de perguntar.
Nunca gostei muito de falar com as pessoas... (autismo crônico)
Fiquei lá perambulando pelo corredor até que uma alma boa me indicou o caminho das pedras!! E por conta desses imprevistos, cheguei atrasada em minha primeira aula!
O que dizer da primeira aula? INESQUECÍVEL. Por "n" motivos: aula de Cálculo I (o terror dos calouros), cheguei atrasada (depois fiquei sabendo que o professor odiava), só vi um rosto familiar na turma (Ariane \o/), não entendi NADA do que o professor falou, a voz dele era incompreensível, o professor era nada mais nada menos que o PINHA e parecia o "pegue o pombo".
Antes mesmo de acabar a aula os veteranos já estavam gritando "trote" pelo corredor e mal o professor saiu eles invadiram a sala. O trote não foi ruim, divertido até, ajudou a socializar um pouco... Nada além do clássico: tinta, elefantinho pelos DOZE andares da UERJ, cantar, pedir dinheiro e etc.
E na volta pra casa tive a companhia de minha querida amiga Ariane que era o único ser conhecido naquele antro, estudou comigo no Ensino Médio. Me agarrei na bichinha e não soltei mais, até hoje estamos sempre juntas :-)
E assim acabou o primeiro dia...
Sem o glamour que eu tinha sonhado, um pouco assustador, mas mesmo assim saí de lá com a esperança de fazer os próximos anos espetaculares. Afinal, eu conquistei o objetivo, passei no vestibular... Só não sabia que o vestibular era a etapa mais fácil, rs rs.
Tá! Eu tô nostálgica. E assim ficarei até a minha colação de grau que será dia 15/09 (todos mais que convidados!!).
Hoje eu peguei os convites! Estou horrível nas fotos, mas o convite tá lindo!!!
Nos próximos dias pretendo escrever um pouco sobre a minha experiência na graduação e dividir com vocês alguns dos momentos mais felizes da minha vida!

=**

4 comentários:

  1. No meu caso, o "trauma" da engenharia foi tão grande que não sinfo falta alguma das aulas ou mesmo da facul, embora eu veja sempre os grandes amigos que fiz lá. Uma passagem interessante foi um amigo meu paraguaio, que na 1ª aula de física saiu de sala, pq não entendia nada que o professor falava. Logo depois outro aluno saiu, e ele, se esforçando para falar português, disse "não estou entendendo nada...", e o outro respondeu "yo también no..." hauhauhauhauaa. Os dois eram paraguaios!! (originais, claro....).

    bjãoo

    ResponderExcluir
  2. Minha ficha demorou um tempinho pra cair também...
    Mas ela, por fim, cai. E é bem mais legal ser formado. Embora festas de faculdade sempre sejam algo interessante.

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei emocionada....
    Hui..bua...Vivi, muitaaa , muitaa felicidade e sucesso! MENINA DE OURO VOCÊ É!
    mereceu tudo isso!
    Mas isso aí me deixou flutuante!!

    ResponderExcluir

Dê o seu Palpite ;-)