About

Blogger news

Estou Lendo!

Visitantes!

Receba novidades no e-mail!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Snag a button


Parceiros

">Selo By Bruna Kitty

Meu Cantinho de leitura

Followers

About me

Minha foto
Professora de Matemática do Estado do RJ e do Município do Rio de Janeiro; tutora presencial do CEDERJ; pós-graduanda em Planejamento, Gestão e Implementação da EaD pela UFF.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Filme: "A última música"

Prometo que será a última vez que cito "A última música" aqui, já enchi o saco de vocês com isso. Mas preciso completar meu comentário com as impressões sobre o filme. Sei que não devo comparar filmes aos livros, mas é inevitável!
O que achei? Péssimo! Não me comoveu nem um centésimo do que o livro comoveu.
Me diz: Cadê as mechas roxas da Ronnie? Cadê o pai preocupado que surpreendeu a filha com a sua maneira de entender as decisões dela? Cadê o Steve lendo a Bíblia e entendendo o significado verdadeiro de estar em contato com Deus? Tiraram as principais lições que o livro me passou! 
Will e Ronnie

Steve
Não gostei da escolha do ator que fez o Steve, o Greg Kinnear, imaginava o cara mais velho um pouco, com o cabelo meio grande e tal, com mais cara de músico!  O cara parece mais um surfista.
Acho que o filme enfatizou demais o relacionamento de Ronnie com Will, deveria ter valorizado mais a relação com o pai. Tanto que ao procurar uma imagem dela com o pai no Adoro Cinema eu não encontrei, só tem ela com o namorado!
E o que dizer da Miley Cyrus no papel da Ronnie? Ainda vejo muito da Hannah Montanna...

Will e Ronnie
Outro detalhe, vi o filme na maior expectativa da cena que o Steve constrói uma parede na sala para esconder o piano e a filha não ficar chateada.... e nada! Não teve isso! Aliás, achei a relação dela com o piano até amistosa, o livro enfatiza que ela odeia e não quer chegar perto.

Blaze
Ronnie e Jonah
Chega de falar mal... pontos positivos: Adorei a escolha da Carly Chaikin para o papel da Blaze, ela é linda e  diferente do jeito que a Blaze precisava  ser.
O menino Jonah interpretado por Bobby Coleman foi o que mais me emocionou no filme, ele é esquisitinho na medida certa, uma criança especial. E a relação dele com a Ronnie após ficarem sabendo da doença do pai foi muito bonita de se ver, gostei.
Ah, é claro que o filme é ambientando em um lugar maravilhoso e rendeu ótimas cenas com belíssimas paisagens.
 

 Eu sei que filmes baseados em livros geralmente decepcionam, mas mesmo assim esperava mais desse. Fui assistir preparada para chorar e NADA, nem uma gotinha.
Claro que minha opinião seria outra se eu não tivesse lido, minha cunhada que só assistiu adorou e até chorou. Porém eu achei que ficou faltando algo mais.
Tirando as comparações com o livro, o filme é legal, é um romance adolescente que tem mais que do conflitos de jovens apaixonados.

Assim encerro as atividades e comentários sobre "A última música". Não me crucifiquem por não ter gostado do filme, rs, mas é ruim ter muitas expectativas, a probabilidade de quebrar a cara aumenta proporcionalmente.

BeijO*

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Penso a mesma coisa que você ... Essa menina vai viver pra sempre interpretanto a Honnah Montana ? Cadê a peruca loira ? rs ...

    ResponderExcluir
  3. Eu Amei o livro e está entre os meus FAVORITOS, mas o filme é uma decepção tão grande que não dá para comentar. COmo você disse, tiraram as melhores partes do livro. Maldito roteirista e diretor! hehehe

    ResponderExcluir
  4. amiga, também fiz comparação de livro e filme no meu post, só que foi do "Querido John"... estamos em sintonia hein? =D
    Também queria muito que os filmes seguissem fielmente ao livro, você vai assistir na maior expectativa e eles acabam cortando as cenas mais emocionantes!
    Agora lendo seus comentários não tenho dúvida, vou ler o livro antes de ver o filme!

    bjooo
    ;**

    ResponderExcluir
  5. Não li o livro, mas pelo que li o filme ficou muito diferente do livro. E como me conheço, não iria gostar!

    ResponderExcluir
  6. Pois é... ainda não li o livro, nem vi o filme. Agora até fiquei em dúvida se vale a pena assistir... Adorei o blog!! Bjss

    ResponderExcluir
  7. Olá, Viviane... tudo bem?
    Olha, estou passando aqui pra dizer que gostei muito do seu Blog.
    Parabéns pelo trabalho, pelo bom gosto, conteúdo e por sua sensibilidade.
    Estou seguindo.
    Saudações,
    EDU (http://edurjedu.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  8. EU JA ASSISTIR ESSE FILME E OTIMO E ADORARIA ASSISTIR DE NOVO

    ResponderExcluir

Dê o seu Palpite ;-)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Filme: "A última música"

Prometo que será a última vez que cito "A última música" aqui, já enchi o saco de vocês com isso. Mas preciso completar meu comentário com as impressões sobre o filme. Sei que não devo comparar filmes aos livros, mas é inevitável!
O que achei? Péssimo! Não me comoveu nem um centésimo do que o livro comoveu.
Me diz: Cadê as mechas roxas da Ronnie? Cadê o pai preocupado que surpreendeu a filha com a sua maneira de entender as decisões dela? Cadê o Steve lendo a Bíblia e entendendo o significado verdadeiro de estar em contato com Deus? Tiraram as principais lições que o livro me passou! 
Will e Ronnie

Steve
Não gostei da escolha do ator que fez o Steve, o Greg Kinnear, imaginava o cara mais velho um pouco, com o cabelo meio grande e tal, com mais cara de músico!  O cara parece mais um surfista.
Acho que o filme enfatizou demais o relacionamento de Ronnie com Will, deveria ter valorizado mais a relação com o pai. Tanto que ao procurar uma imagem dela com o pai no Adoro Cinema eu não encontrei, só tem ela com o namorado!
E o que dizer da Miley Cyrus no papel da Ronnie? Ainda vejo muito da Hannah Montanna...

Will e Ronnie
Outro detalhe, vi o filme na maior expectativa da cena que o Steve constrói uma parede na sala para esconder o piano e a filha não ficar chateada.... e nada! Não teve isso! Aliás, achei a relação dela com o piano até amistosa, o livro enfatiza que ela odeia e não quer chegar perto.

Blaze
Ronnie e Jonah
Chega de falar mal... pontos positivos: Adorei a escolha da Carly Chaikin para o papel da Blaze, ela é linda e  diferente do jeito que a Blaze precisava  ser.
O menino Jonah interpretado por Bobby Coleman foi o que mais me emocionou no filme, ele é esquisitinho na medida certa, uma criança especial. E a relação dele com a Ronnie após ficarem sabendo da doença do pai foi muito bonita de se ver, gostei.
Ah, é claro que o filme é ambientando em um lugar maravilhoso e rendeu ótimas cenas com belíssimas paisagens.
 

 Eu sei que filmes baseados em livros geralmente decepcionam, mas mesmo assim esperava mais desse. Fui assistir preparada para chorar e NADA, nem uma gotinha.
Claro que minha opinião seria outra se eu não tivesse lido, minha cunhada que só assistiu adorou e até chorou. Porém eu achei que ficou faltando algo mais.
Tirando as comparações com o livro, o filme é legal, é um romance adolescente que tem mais que do conflitos de jovens apaixonados.

Assim encerro as atividades e comentários sobre "A última música". Não me crucifiquem por não ter gostado do filme, rs, mas é ruim ter muitas expectativas, a probabilidade de quebrar a cara aumenta proporcionalmente.

BeijO*

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Penso a mesma coisa que você ... Essa menina vai viver pra sempre interpretanto a Honnah Montana ? Cadê a peruca loira ? rs ...

    ResponderExcluir
  3. Eu Amei o livro e está entre os meus FAVORITOS, mas o filme é uma decepção tão grande que não dá para comentar. COmo você disse, tiraram as melhores partes do livro. Maldito roteirista e diretor! hehehe

    ResponderExcluir
  4. amiga, também fiz comparação de livro e filme no meu post, só que foi do "Querido John"... estamos em sintonia hein? =D
    Também queria muito que os filmes seguissem fielmente ao livro, você vai assistir na maior expectativa e eles acabam cortando as cenas mais emocionantes!
    Agora lendo seus comentários não tenho dúvida, vou ler o livro antes de ver o filme!

    bjooo
    ;**

    ResponderExcluir
  5. Não li o livro, mas pelo que li o filme ficou muito diferente do livro. E como me conheço, não iria gostar!

    ResponderExcluir
  6. Pois é... ainda não li o livro, nem vi o filme. Agora até fiquei em dúvida se vale a pena assistir... Adorei o blog!! Bjss

    ResponderExcluir
  7. Olá, Viviane... tudo bem?
    Olha, estou passando aqui pra dizer que gostei muito do seu Blog.
    Parabéns pelo trabalho, pelo bom gosto, conteúdo e por sua sensibilidade.
    Estou seguindo.
    Saudações,
    EDU (http://edurjedu.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  8. EU JA ASSISTIR ESSE FILME E OTIMO E ADORARIA ASSISTIR DE NOVO

    ResponderExcluir

Dê o seu Palpite ;-)